Esta Semana

04 fev
Revista à Portuguesa pelo Grupo Cénico da Associação Humanitária dos ...
23 mar
Dois actores errantes, miseráveis, mas com uma esperança inimaginável na sua ...
01 abr
Comemorações do 50º aniversário 1 abril | hastear da bandeira 2 ...

Temas

+ Votados

Casa Reynaldo dos Santos e Irene Quilhó dos Santos


3ª a 6ª (mediante marcação)10h00 - 13h00 | 14h00 - 16h30

Gratuíto

Casa Reynaldo dos Santos e Irene Quilhó dos Santos Rua 3 de Maio, 8
2775-292 Parede

Doada à Câmara Municipal de Cascais, em 19 de maio de 2004, por testamento de Irene Quilhó, este espaço disponibiliza ao público um centro de documentação especializado em Medicina e História da Arte, a partir do Arquivo e Biblioteca dos professores Reynaldo dos Santos e Maria de Sousa.
De características Art-Déco, a Casa Reynaldo dos Santos e Irene Quilhó dos Santos foi mandada construir em 1930 por Eugénio da Silva Teles. Em 1989, foi recuperada e adaptada por Irene Quilhó para sua habitação permanente, após a venda da casa de Reynaldo dos Santos em Lisboa.
Em 2004 esta casa foi entregue ao Município de Cascais, por doação de Irene Quilhó dos Santos, com o recheio existente e um magnífico espólio documental (bibliográfico, arquivístico e fotográfico) que contém os arquivos pessoais de Reynaldo dos Santos, de Irene Quilhó e de seus filhos João Carlos e Luís Alberto Quilhó Jacobetty.
O Arquivo pessoal do Prof. Reynaldo dos Santos, contém documentação que nos permite estudar esta personalidade do ponto de vista do médico, do historiador de arte, do cidadão interveniente na vida cultural e social do seu país. É constituído por documentos manuscritos, datilografados e impressos que acompanham o desenrolar das suas investigações, na área da medicina e da história de arte, correspondência e documentos enquanto membro e presidente de Institutos e Academias da área da Medicina e da História da Arte.
Faz parte deste Fundo um importante Arquivo Fotográfico, composto por provas, negativos de vidro e transparências das fotografias utilizadas nas suas publicações, nas exposições que comissariou e na Revista Colóquio Artes e Letras, bem como  inúmeras imagens do património nacional enviadas por particulares, quer solicitando o seu parecer de especialista, quer para dar a conhecer e chamar a atenção para o estado do património.
O arquivo pessoal de Irene Quilhó contém documentos relativos à sua atividade no Grémio dos Ourives da Prata, estudos de ourivesaria, nomeadamente sobre punções e contrastes, correspondência com membros da sua família e com inúmeras personalidades ligadas ao mundo da arte, principalmente após a morte de Reynaldo dos Santos.
Do arquivo pessoal dos seus filhos é de realçar o Fundo Luís Alberto Quilhó Jacobetty, poeta, ator de teatro e funcionário da Secretaria de Estado da Cultura nos anos 70 do século XX, onde esteve na génese da Animação Sócio Cultural em Portugal, e que contém um importante núcleo de correspondência familiar e com personalidades ligadas ao mundo da cultura, nomeadamente do teatro.
Em 2012 foi doado à CRSIQS o Arquivo científico da Prof. Doutora Maria de Sousa que se encontrava no seu gabinete na Universidade do Porto. Este Fundo é constituído pelos documentos relativos à sua investigação na área da Imunologia, criação do Mestrado de Imunologia e GABBA (estudos de pós- graduação) e documentação relativa ao seu importante contributo na JNICT, principalmente no que respeita à Avaliação de Unidades de Investigação- Ciências da Saúde, trabalho inédito em Portugal.
 
Morada:
Rua 3 de Maio, 8
2775-292 Parede
Telefone: 214815921/20

Pesquisar na agenda

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisbanner_bairromuseus_0banner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais