Está aqui

Refugiados. Vanessa Redgrave diz que União Europeia viola a lei e os direitos humanos

Atriz Vanessa Redgrave acusa a União Europeia de violar os Direitos Humanos face aos refugiados que chegam à sua orla marítima. Uma conversa no ãmbito do FIC - Festival Internacional de Cultura, em Cascais.

“A União Europeia está a violar a lei”, disse hoje ao “C”, em Cascais, a actriz britânica Vanessa Redgrave, ao referir-se às políticas europeias para com os refugiados que atravessam o Mediterrâneo.

“A União Europeia está a violar a lei no que respeita ao direito ao asilo. E isso é um grande problema”, declarou.

“Já não falo de todas as decisões erradas tomadas por vários governos europeus que levaram a que vários territórios (Síria) tenham sido bombardeados e que hoje sejam inabitáveis”, sublinhou.

Questionada sobre as políticas do Reino Unido em relação aos refugiados, foi clara: “O meu país é tão culpado como o resto da União Europeia. Com poucas e honrosas excepções, como a da Alemanha”, disse, sublinhando: “ Mas agora, também há quem tente fazer com que Angela Merkel volte atrás com a sua decisão (de acolher refugiados)”.

“O meu filme fala sobre tudo isso” – ‘Sea Sorrow’ - afirmou, acrescentando: “Portugal tem sido formidável. Estou realmente muito grata aos portugueses e a todas as pessoas por virem ver o meu filme – “Sea Sorrow – aqui em Cascais. Muito obrigado”.

No âmbito do FIC – Festival Internacional de Cultura, a actriz britância participou numa Masterclass para actores portugueses, no domingo de manhã, no qual lhes falou sobre a importância da voz e da percepção corporal, entre outras especificidades necessárias à profissão de ator.

A consagrada atriz cantou alguns trechos musicais para ilustrar as suas palavras dirigidas ao atores portugueses e disse-lhes quão importante tinha sido ter frequentado aulas de dicção e colocação da voz quando era adolescente, com um professor refugiado da Europa do leste. De resto, a temática dos refugiados esteve sempre presente, mesmo quando recordou o ataque cardíaco que sofreu e do qual foi salva por um médico grego.

A Academia Portuguesa de Cinema homenageou a atriz conferindo-lhe o diploma de Membro Honorário, numa iniciativa da Fundação D. Luís.

O Festival Internacional de Cultura decorre até 30 de Setembro e dá destaque à 7ª arte, contando com a presença de Vanessa Redgrave, que apadrinha o programa de cinema, com especial atenção à sua obra, nomeadamente o filme “Júlia” com o qual obteve um "Oscar".

 

Sugerimos também

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisbanner_bairromuseus_0banner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais