CONTACTOS
Fale connosco
800 203 186
Em rede

Está aqui

Serviço Municipal de Proteção Civil

O Serviço Municipal de Proteção Civil (SMPC) é a estrutura municipal incumbida de executar a política municipal de segurança no âmbito da proteção civil no concelho de Cascais

Criado a 28 de Outubro de 1987, tem por missão executar e coordenar a política municipal de proteção civil, nomeadamente na prevenção, preparação, resposta e recuperação a acidentes graves, e catástrofes, promovendo a proteção e o socorro das populações, dos bens, do património e do ambiente no concelho de Cascais. Veja abaixo as medidas de autoproteção que deve adotar em diferentes circunstâncias.

Proteção Civil de Cascais
Morada: Rua dos Bombeiros, n.º 159
2645-030 Alcabideche
Telefone: 214 607 610 / 214 815 960
E-mail: proteccao.civil@cm-cascais.pt

Unidade Técnica Florestal
Morada: Quinta de Vale Cavalos, Zambujeiro
2755 – 308 Alcabideche
Telefone: 21 481 58 55
E-mail: mario.rios@cm-cascais.pt
 

Contactos dos Bombeiros de Cascais AQUI

“Cascais pode estar seguro de que tudo aquilo que se pode ...
Mau tempoFogos FlorestaisSensibilizaçãoQueimadasPlano Municipal de Emergência
Mau tempo

Agitação marítima, vento forte, chuva intensa

O que pode acontecer devido a estas condições meteorológicas?

. Possibilidade de inundações rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem;
. Possibilidade de inundação por transbordo de linhas de água nas zonas historicamente mais vulneráveis;
Inundações de estruturas urbanas subterrâneas com deficiências de drenagem;
Piso rodoviário escorregadio e eventual formação de lençóis de água;
Danos em estruturas montadas ou suspensas;
Possibilidade de queda de ramos ou árvores;
Possibilidade de acidentes na orla costeira.
Deslizamentos de terra causados por instabilização de vertentes associados à saturação dos solos, pela perda da sua consistência.

Que medidas de prevenção e autoproteção deve adotar?

Condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível formação de lençóis de água nas vias;
. Garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas;
Não atravessar zonas inundadas, de modo a precaver o arrastamento de pessoas ou viaturas para buracos no pavimento ou caixas de esgoto abertas;
Garantir uma adequada fixação de estruturas soltas, nomeadamente, andaimes, placards e outras estruturas suspensas;
. Ter especial cuidado na circulação e permanência junto de áreas arborizadas, estando atento para a possibilidade de queda de ramos ou árvores, em virtude de vento mais forte;
. Ter especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas historicamente mais vulneráveis a inundações rápidas;
Não praticar atividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos e passeios à beira-mar, evitando ainda o estacionamento de veículos na orla marítima;
. Estar atento às informações da meteorologia e às indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança.

Fogos Florestais
EM CASO DE INCÊNDIO CONTACTE OS BOMBEIROS TELEFONE PARA O 117.
 
Logo que detete um incêndio, procure alertar com a máxima urgência os bombeiros, contribuindo para a sua intervenção rápida e eficaz.
Sem pôr a sua vida em perigo, ao aperceber-se do inicio de um incêndio, procure extingui-lo ou limitá-lo, colaborando na extinção até à chegada dos bombeiros.
Ninguém conhece a área onde vive como você, disponibilize-se para ajudar os bombeiros a encontrarem o melhor caminho até ao incêndio.
Ao abandonar o local, certifique-se que não deixa garrafas ou pedaços de vidro espalhados pelo chão.
 
Cuidados a ter para evitar um incêndio florestal:
 Evite fumar na floresta ou em locais densamente arborizados
 Não lance pontas de cigarro para fora da viatura, quando circular de automóvel
 No interior de uma floresta ao acabar de fumar, certifique-se que o cigarro está bem apagado, Faça uma pequena cova, em terreno limpo e enterre a ponta de cigarro
 Mantenha fora do alcance das crianças, isqueiros ou fósforos e evite a utilização de lume no interior das matas.
 Não faça fogueiras em dias de vento intenso.
Sensibilização
O Serviço Municipal de Proteção Civil de Cascais desenvolve várias ações no domínio da sensibilização e informação pública, direcionadas à população do concelho, no sentido da sua consciencialização face aos perigos e riscos e aos comportamentos e atitudes de autoproteção.
 
O SMPC trabalha nas seguintes ações:
  Sensibilização nas Escolas do Município -  Todos os anos o SMPC desenvolve um programa relativo a ações e exercícios de evacuação nos estabelecimentos de ensino no concelho de Cascais, no sentido de promover uma efetiva cultura de segurança junto das populações escolares (alunos, professores e auxiliares de educação).
Consulte o Programa 2018/2019Ficha de Inscrição 

 
  Lares de idosos e centros de dia - O SMPC, na perspetiva da garantia da segurança dos equipamentos sociais do concelho, com incidência particular para os lares de idosos e centros de dia, tem procurado responder às solicitações das entidades que procuram efetuar simulacros, tendo sempre presente que a prioridade deve ser concedida aos espaços que apresentam Plano de Emergência Interno ou outra medida de autoproteção entregue e aprovada pela Autoridade Nacional de Protecção Civil.
 
Conheça o livro "Agora é contigo - O teu primeiro livro de proteção civil", que explica a proteção civil aos mais pequenos.
Queimadas

Se necessita de fazer queimadas, peça autorização ao governo civil e contacte os bombeiros ou os serviços florestais.
Durante a realização duma queimada, permaneça em vigilância no local, tenha disponível uma pá, enxada ou outra ferramenta que lhe permita limitar a propagação do fogo à área que pretende queimar.
Tenha o máximo cuidado ao manusear gasolina, petróleo ou outros líquidos combustíveis que ao inflamar, pode originar um forte inicio de incêndio.
Antes de realizar uma fogueira, proceda à limpeza do local, afastando as folhas ou outro combustível circundante.
Após o incêndio extinto, os bombeiros podem ter que acorrer a outros incêndios. Colabore no rescaldo e vigilância da área ardida, quando solicitado.
Tenha o máximo de cuidado no apoio à extinção de um incêndio, em especial se houver vento, é fácil dar-se um reacendimento.
Um incêndio florestal pode propagar-se às habitações e provocar graves prejuízos, mantenha uma faixa de 50m limpa em redor da casa e lojas situadas no meio das matas.

Plano Municipal de Emergência

Conforme disposto na legislação em vigor – Lei nº 26/2006, de 3 de Julho e Lei nº 65/2007, de 12 de Novembro, os objetivos fundamentais da proteção civil são os seguintes:

 Prevenir os riscos colectivos e a ocorrência de acidente grave ou de catástrofe deles resultantes;
 Atenuar os riscos colectivos e limitar os seus efeitos no caso das ocorrências descritas na alínea anterior;
 Socorrer e assistir as pessoas e outros seres vivos em perigo proteger bens e valores culturais, ambientais e de elevado interesse público;
 
Apoiar a reposição da normalidade da vida das pessoas em áreas afectadas por acidente grave ou catástrofe.

Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil de Cascais (PMEPCC) visa a colaboração dos diversos Agentes de Proteção Civil, Entidades com dever especial de colaboração e unidades orgânicas das Câmara e os seus principais objetivos são:

 Providenciar, através de uma resposta concertada, as condições e os meios indispensáveis à minimização dos efeitos adversos de um acidente grave ou catástrofe;
 Definir as orientações relativamente ao modo de atuação dos vários organismos, serviços e estruturas a empenhar em operações de proteção civil;
 Definir a unidade de direção, coordenação e comando das ações a desenvolver;
 Coordenar e sistematizar as ações de apoio, promovendo maior eficácia e rapidez de intervenção das entidades intervenientes;
 Inventariar os meios e recursos disponíveis para acorrer a um acidente grave ou catástrofe;
 Minimizar a perda de vidas e bens, atenuar ou limitar os efeitos de acidentes graves ou catástrofes e restabelecer o mais rapidamente possível as condições mínimas de normalidade;
 Assegurar a criação de condições favoráveis ao empenhamento rápido, eficiente e coordenado de todos os meios e recursos disponíveis, sempre que a gravidade e dimensão das ocorrências justifique a ativação do PMEPCC;
 Habilitar as entidades envolvidas no plano a manterem o grau de preparação e de prontidão necessário à gestão de acidentes graves ou catástrofes;
 Promover a informação das populações através de ações de sensibilização, tendo em vista a sua preparação, a assunção de uma cultura de autoproteção e a colaboração na estrutura de resposta à emergência.

Consultar o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil de Cascais

Cascais Digital

360_146x65mobi_146x65loja_146x65geo_146x65ambiente_146x65-01cultura_146x65jovem_146x65participa_146x65fix_146x65my_146x65