CONTACTOS
Fale connosco
800 203 186
Em rede

Está aqui

Escolas estão na linha da frente

Carlos Carreiras elogia Ministério da Educação.

“A planificação do Ministério da Educação (ME) à abertura do ano letivo, em tempos de pandemia foi muito positiva”. Foi desta forma que Carlos Carreiras, na reunião da Câmara de Cascais que se realizou hoje, iniciou o seu primeiro balanço sobre a abertura do novo ano escolar no concelho.

Ciente das situações de risco que a abertura das aulas presenciais representam, o autarca fez questão de salientar que, neste momento, os professores e os profissionais não docentes são os que estão na Linha da Frente na prevenção, no combate e em situação de maior risco, face à pandemia, tal como desde o início desta situação estiveram e ainda estão os profissionais de saúde e de segurança. A serenidade, o sentido de responsabilidade e de dever cívico dos coletivos escolares foi ressaltado por Carlos Carreiras não esquecendo igualmente os jovens.
 
O resultado desta análise foi feito no seguimento de várias reuniões que o presidente da Câmara e vários vereadores têm efetuado a vários estabelecimentos escolares e no seguimento de um vasto conjunto de reuniões preparatórias que antecederam o início das aulas.
 
“Há problemas ainda por resolver e outros irão surgir”, salientou o presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras “e não há ninguém, nem nenhuma forma de garantir a segurança absoluta”. O autarca aproveitou ainda para apelar à “serenidade dos responsáveis políticos para que não promovam situações de alarmismo manipulando os sentimentos de ansiedade, normais, de pais e encarregados de educação”.
 
Duas questões a que a Câmara está especialmente atenta; a necessidade de ajustamento de horários dos transportes coletivos e o uso de máscaras. Na primeira destas questões, o presidente da Câmara referiu que o município e, principalmente, os munícipes aguardam para breve o visto do Tribunal de Contas, para que possa dar seguimento à concretização do contrato resultante do concurso público internacional, para que no cumprimento do proposto do vencedor do concurso, a oferta de autocarros no concelho de Cascais possa duplicar, conforme está previsto.
 
No que concerne às máscaras, foi salientado que o ME colocou à disposição dos agrupamentos e direções de escolas meios para aquisição de máscaras reutilizáveis, para professores e alunos.
No entanto, a Câmara assumiu que, caso haja necessidade por parte dos estabelecimentos escolares e a pedido destes, a autarquia tem capacidade para o fornecimento desse material de proteção.
 
Foram também abordadas na reunião de Câmara, o fornecimento de refeições escolares em que a autarquia na base de um acordo estabelecido com uma IPSS está a fornecer às escolas tendo sido salientado, fruto dos contatos e visitas a cada estabelecimento que a melhoria da qualidade é reconhecida pela generalidade dos utilizadores.
 

Cascais Digital

360_146x65mobi_146x65loja_146x65geo_146x65ambiente_146x65-01cultura_146x65jovem_146x65participa_146x65fix_146x65my_146x65