CONTACTOS
Fale connosco
800 203 186
Em rede

Está aqui

Felizmente a tradição já não é o que era

É sabido que a tradição da apanha de bivalves nesta sexta-feira que precede o domingo de Páscoa tem tudo a ver com a tradição católica da abstinência de carne durante a sexta-feira Santa.

Daí a tradição da apanha de mexilhão, perceves e lapas neste dia, numa altura em que as marés-altas assim como as baixas-marés atingem máximos, condição particularmente favorável a uma boa captura destes bivalves. Daí à apanha de quantidades enormes que provocam perturbações do ecosistema.

Ora, felizmente que esta tradição já não é o que era, muito por força de uma campanha de sensibilização levada a cabo pela Cascais Ambiente, com a preciosa colaboração da Polícia Municipal e da Capitania de Cascais. Sem prejuízo da tradição, a captura passou a cumprir regras, quer na quantidade de exemplares capturados quer no tamanho, mitigando assim os efeitos no ecossistema intertidal.

É caso para dizer que, felizmente, a tradição já não é o que era. Na manhã desta sexta-feira, as famílias puderam percorrer a zona rochosa das praias de Cascais na captura de bivalves, cumprindo a tradição e não faltaram também as ações de sensibilização.

Para quem lá esteve aqui fica uma sugestão do livro de Receitas de Reis e Pescadores, uma publicação de receitas da gastronomia cascalense.

Mexilhões de Caldeirada à Fragateira

 

3 kg de mexilhão

3 cebolas

4 tomates maduros

200 ml de vinho branco

1 ramo de salsa

100 ml de azeite

Pimenta q.b.

3 dentes de alho

 

Lave a arranje os mexilhões. Coloque num tacho e leve ao lume para abrirem. Separe as cascas onde estão agarrados e corte os bissos com uma tesoura. Reserve, assim como a água da cozedura, após filtrada.

Numa caçarola, coloque as cebolas cortadas em meias-luas, os tomates cortados em cubos, depois de tiradas as peles e as sementes, o vinho branco, a salsa, o azeite, a pimenta e os alhos. Tape e deixe ferver em lume brando, até cozer a cebola.

 

Numa assadeira, deite a água da cozedura dos mexilhões. Coloque, por cima, o refogado e os mexilhões na meia casca. Retifique os temperos. Leve ao forno e deixe ferver 10 minutos.

 

Sirva bem quente, polvilhado com salsa picada.

 

Pode acompanhar com arroz branco ou pequenos triângulos de pão torrado.

 

Receita do livro: “Receitas de Reis e Pescadores” de Raquel Moreira e Cláudia Silva Mataloto, edição da Câmara Municipal de Cascais, editada pela Casa das Letras.

 

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisccbanner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais