Está aqui

Apoios à contratação

Se procura apoios à contratação, encontre aqui informação sobre as medidas públicas de apoio destinadas a empresas e outras entidades que criem emprego.
No âmbito do programa DLBC - Desenvolvimento Local de Base Comunitária, existem em Cascais dois consórcios de gestão de fundos que, entre outros, gerem o instrumento de financimento Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego (SI2E):
 
- DLBC A2S - Apoios à criação líquida de emprego para pequenas e microempresas com actividade em Cascais ou Estoril nos setores do turismo, pesca, produtos locais, produtos agrícolas, transformação alimentar, inovação e inclusão social. Para entidades com mais de 5 anos, a candidatura pode ter associada pedido de apoios à modernização e expansão da emrpesa, tais como estudos, planos de marketing, obras, participação em feiras ou exposições / candidaturas até 31 jan 2018 (ver mais)

- DLBC Fatorc - Apoios à criação líquida de emprego para pequenas e microempresas com actividade em Alcabideche e S.D.Rana nos setores do turismo, pesca, produtos locais, produtos agrícolas, transformação alimentar, inovação e inclusão social. Para entidades com mais de 5 anos, a candidatura pode ter associada pedido de apoios à modernização e expansão da emrpesa, tais como estudos, planos de marketing, obras, participação em feiras ou exposições / candidaturas até 16 fev 2018 (ver mais)

 
O IEFP - Instituto do Emprego e Formação Profissional e a Segurança Social disponibilizam apoios à contratação destinados a incentivar a contratação de pessoas em situação de desemprego e de públicos mais desfavorecidos no mercado de trabalho:

- Medida Contrato-Emprego / IEFP - apoio 
de 3.790€ para a celebração de contratos sem termo com pessoas a receber subsídio de desemprego ou inscritas como desempregadas há 6 meses ou mais (o tempo mínimo é reduzido para públicos prioritários) ou apoio de 1.260€ para a celebração de contrato a termo de 12 meses ou mais com pessoas maiores de 45 anos, pessoas desempregadas há 2 anos ou mais ou pessoas em situações sociais específicas (os valores podem ser majorados em 10% ou 20% consoante o perfil do destinatário/a) 
 
Ao longo do ano existem períodos para apresentar candidaturas ao IEFP (março, junho e set 2018) que são depois avaliadas e aprovadas pelo IEFP consoante a pontuação obtida e disponibilidade financeira por região do país.
 
- Isenção de Pagamento da TSU / Segurança Social - apoio à celebração de contratos sem termo com pessoas com 45 anos ou mais, desempregadas há pelo menos 25 meses, ou reclusos em regime aberto (isenção total da TSU durante 3 anos)

- Isenção Parcial de Pagamento da TSU / Segurança Social - apoio à celebração de contratos sem termo com jovens até 30 anos, quando 1ª contrato sem termo (redução da TSU em 50% durante 5 anos) e de pessoas desempregadas há pelo menos 12 meses (redução em 50% durante 3 anos) 
 
- Redução de Pagamento da TSU / Segurança Social - apoio à celebração de contratos sem termo com pessoas com deficiência (TSU = 11,9%) ou contrato a termo com reclusos em regime aberto (redução da TSU em 50%) 
 
Obtenha informação preliminar sobre estas medidas no atendimento da Câmara Municipal de Cascais dirigido a empresas e entidades empregadoras. O pedido dos apoios será sempre efetuado junto da respetiva entidade financiadora: IEFP ou Segurança Social.
 

Atendimento a empresas e outros empregadores
 
A Câmara Municipal de Cascais presta informação e orientação a entidades empregadoras locais que respondam às suas necessidades na criação de postos de trabalho.
 
Contacte a Divisão de Promoção de Emprego da Câmara Municipal de Cascais. Reuniremos consigo para esclarecer todas as questões e prestar o apoio necessário.
 
Contactos:

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisbanner_bairromuseus_0banner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais