CONTACTOS
Fale connosco
800 203 186
Em rede

Está aqui

Cascais é galeria de arte a céu aberto

Festival Infinito já terminou mas deixou oito marcas no concelho.

Entre 29 de agosto e 12 de setembro, oito artistas decoraram sete empenas de prédios e um chão em Cascais com o objetivo de requalificar o espaço público através da arte urbana, naquela que foi a 2.ª edição do Festival Infinito.

O evento já terminou mas a arte não tem fim e pode ser visitada em qualquer altura. Seja no Bairro Alice Cruz em S.D. Rana, em São Pedro do Estoril, no Bairro Fim do Mundo, Adroana, Bairro de Alcoitão, Abuxarda, Bairro da Torre ou na Rua Amarela (centro de Cascais) as cores, formas e texturas contam histórias que ajudam a combater estereótipos e a interligar comunidades.

“Ao fim ao cabo este Festival aproveita a componente criativa e cultural, mas também todo um conjunto de outros valores que são fundamentais para garantir uma maior coesão territorial. Estou certo de que este movimento vai crescer e ficaremos com um concelho ainda mais artístico”, frisa Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais.

Recorde-se que, o Festival Infinito estreou-se em 2018 apenas limitado ao Bairro da Torre. Varela, um dos responsáveis pela associação “Somos Torre” que organiza a iniciativa em pareceria com a autarquia, confirma o sucesso de mais uma edição: “o Festival teve um grande impacto em Cascais, agora já todos conhecem o Festival Infinito e cada vez mais pedem para ter obras destas nos seus territórios”.

Cascais Digital

360_146x65mobi_146x65loja_146x65geo_146x65ambiente_146x65-01cultura_146x65jovem_146x65participa_146x65fix_146x65my_146x65