CONTACTOS
Fale connosco
800 203 186
Em rede

Está aqui

“Cascais pode vir a tornar-se no próximo Silicon Valley”, afirmou Frank-Jürgen Richter

O Presidente do Horasis Global Meeting deixa rasgados elogios a Cascais ao referir que esta 4ª edição do evento, a terceira em Cascais, “Foi a melhor de sempre”. E adianta data e tema para o próximo ano. O Encontro Global irá acontecer de novo em Cascais, entre 28 e 31 de março, para debater a Liderança.

“ O evento tem crescido muito, ano após ano temos tido mais e mais importantes participantes”, referiu Frank-Jürgen que volta a sublinhar a importância da parceria com o Município de Cascais: “ Estamos a crescer e a crescer em conjunto com Cascais”.

Este ano o Horasis trouxe a Cascais 850 oradores, entre os quais Chefes de Estado e delegações da Namíbia e da Arménia, 15 ministros de todo o mundo, assim como CEO e empreendedores de 75 países. “Tivemos também a participação de pequenos países como o Estado da Eritreia e um ministro da Somalilândia que é um país muito recente”, salientou o mentor do Horasis.   

Mas, Frank Jürgen quer tornar este evento um dos maiores à escala global: “O futuro está aqui e queremos aumentar ainda mais o número de participantes, até chegar aos 100 países, ou, talvez quem sabe, até aos 200 países que existem na Terra”.  

Certa está a continuação da parceria com Cascais que também está a colher os frutos de ter sediado aqui um evento com esta projeção internacional:

“Já aconteceu participantes no congresso apaixonarem-se por Cascais e depois virem para Portugal. Não tenho dúvidas que mais pessoas virão, tenho conhecimento que alguns compraram uma segunda habitação para passarem férias e estão a considerar virem viver para cá”, afirmou Frank Jürgen.

Mas, se essas pessoas vêm primeiro “pelo sol e pela boa comida”, depois acabam por também aqui encontrarem “boas oportunidades para fazer negócios”. Segundo as palavras do Presidente do Horasis, “Cascais tem um ambiente empreendedor muito vibrante de startups e tecnologias e poderá vir a tornar-se no próximo Silicon Valley”.

Foi por isso que, vendo no Horasis uma oportunidade de captação de mais investimento para o concelho, foi criado o Cascais Lounge, dentro do Centro de Congressos.       

Bernardo Corrêa de Barros, vice-presidente da Associação de Turismo de Cascais, explicou o que se passou no Cascais Lounge durante o Horasis :  

“ Nos últimos dias tivemos a dinamizar mais de 50 reuniões, de 20 nacionalidades diferentes, com potenciais investidores para o território.”, explicou Bernardo Corrêa de Barros, acrescentando que “as áreas abordadas foram as mais variadas, desde o “venture capital” ao imobiliário, possíveis parcerias com as nossas universidades, entre outras.”

Sobre os objetivos concretos destes meetings, o vice-presidente da Associação de Turismo de Cascais adiantou que “o principal objetivo é a criação de emprego através da atração de empresas, tendo em conta o espectro de participantes neste evento que é muito variado”.

Bernardo Corrêa de Barros garantiu, ainda, que “Muitos participantes se demonstraram interessados e com disponibilidade para avaliar potenciais investimentos e parcerias no concelho”. (PL)

                                            

 

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisccbanner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais