CONTACTOS
Fale connosco
800 203 186
Em rede

Está aqui

Centro de Apoio Social do Pisão tem Lar Residencial

Novo espaço vai aligeirar pressão em algumas camaratas.

O Centro de Apoio Social do Pisão inaugurou, esta quarta-feira, um novo espaço: o Lar Residencial “Casas da Lua”. Este equipamento vai albergar 25 pessoas e, desta forma, aligeirar a pressão em algumas camaratas já existentes ao mesmo tempo que fornece melhores condições aos utentes.

“Este espaço vai ter muito menos pessoas, são casas que têm capacidade para no máximo 7 pessoas cada. E, portanto, é uma comunidade muito mais pequenina, em que nós podemos tratar cada pessoa de uma maneira mais próxima e humana", frisa Isabel Minguens, Provedora da Santa Casa da Misericórdia de Cascais, entidade que gere o Centro desde 1985.

"É o passo que pode levar a alguma autonomização e por isso apostamos tanto nele. As pessoas vão aprender competências para usá-las lá fora, que em grande grupo é muito difícil. É um passo de gigante", congratula-se.

Presente na inauguração, Ana Mendes Godinho, Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, enalteceu o espírito de missão do Centro mesmo em tempo de pandemia: “Este é um caso que demonstra a grande capacidade de mobilização do setor social para ter respostas mais qualificadas e que promovam a dignidade e autonomia das pessoas".

Recorde-se que, no Centro de Apoio Social do Pisão vivem atualmente 340 pessoas (275 homens e 65 mulheres). 

DESBLOQUEIO DA SITUAÇÃO NO CRID E CERCICA 

O presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras, aproveitou a ocasião para agendar a assinatura de acordos de cooperação com o Estado Central que colocarão em funcionamento equipamentos no CRID e na CERCICA e em que a autarquia já adiantou o investimento (saiba mais aqui).

“Combinei com a senhora Ministra que no dia 17 de setembro estaremos em condições de começar a acolher todos os cidadãos que necessitem nestes dois centros. Assim ficaremos com uma capacidade de resposta ainda maior e melhor para populações que estão em maior fragilidade”, termina.

Cascais Digital

360_146x65mobi_146x65loja_146x65geo_146x65ambiente_146x65-01cultura_146x65jovem_146x65participa_146x65fix_146x65my_146x65