CONTACTOS
Fale connosco
800 203 186
Em rede

Está aqui

“Democracia é uma arma contra pandemia”, reitera Carlos Carreiras

“Não faltarão alimentos a ninguém” em Cascais, garantiu o Presidente da CMC, apelando aos que estão a passar necessidades para que peçam ajuda

O Presidente da Câmara Municipal de Cascais deu hoje conta aos munícipes do reforço “brutal” da logística que a autarquia empenhou para que os eleitores votem em total segurança sanitária nas assembleias de voto tradicionais ou na recolha domiciliária e lares do concelho.

“Não tenhamos receio. Estão criadas todas as condições sanitárias para que o voto se faça com todas as condições seguras do ponto de vista sanitário”, afirmou, destacando a operação logística para o voto antecipado montada no Mercado da Vila, em Cascais.

Carlos Carreiras, que falava na sua comunicação semanal, considerou que aproxima  eleição Presidencial é uma das “mais importantes que vivemos desde a conquista da liberdade em abril de 1974”.

O autarca justificou a afirmação por ser a primeira vez que o país organiza uma eleição nacional, para a primeira figura do Estado, em contexto de crise pandémica.

 “A pandemia já nos subtraiu muita coisa. Não podemos deixar que nos tire também a liberdade que fundamenta a Democracia”, sublinha.

Na comunicação, Carlos Carreiras fez o balanço das medidas de emergência de caráter social que a CMC tem vindo a adotar, destacando a entrega de mais 500 cartões solidários a famílias carenciadas que valem entre 70 a 100 euros em bens alimentares.

Já foram atribuídos mais de meio milhar de cartões, para apoio a mais de duas centenas e meia de famílias, o que corresponde a mais de 14 mil euros em bens alimentares.

“Não faltarão alimentos a ninguém”, garantiu, apelando aos que estão a passar necessidades para que “peçam ajuda e não tenham receios ou vergonha”.

Esta iniciativa da autarquia, que contou com vários parceiros, é dinamizada pelas juntas de freguesia que recebem as candidaturas, validam e atribuem os cartões, depois da análise dos técnicos de ação social. Os cartões dão acesso aos bens alimentares adquiridos pelas famílias que integram o primeiro e segundo escalão que se candidatam e que não beneficiam de outros apoios. Os bens podem ser adquiridos nos espaços comerciais parceiros da iniciativa.

Carlos Carreiras terminou o seu diálogo com os munícipes fazendo um “forte apelo ao voto” e agradeceu a participação dos mais de mil voluntários envolvidos nesta rede logística. S.R.S.

Cascais Digital

linha_146x65_1360_146x65mobi_146x65_0loja_146x65geo_146x65ambiente_146x65-01_2cultura_146x65_0jovem_146x65_0participa_146x65_0fix_146x65