CONTACTOS
Fale connosco
800 203 186
Em rede

Está aqui

Pela prevenção dos maus tratos na infância e juventude: Venha fazer parte do Laço Azul | 14 de abril | 14h00 | Baía de Cascais

Abril é o mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância e Juventude. Tornando mais visível esta preocupação, as Comissões de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) do distrito de Lisboa lançaram a campanha de sensibilização “Apenas o Coração Pode Bater”. No âmbito desta campanha realiza-se, dia 14, a formação de um Laço Azul Humano em locais icónicos de Cascais, Amadora, Oeiras e Sintra. Em Cascais, o desafio conta com o apoio da Câmara Municipal e vai ter lugar na Baía a partir das 14h00. Todos estão convidados a participar: basta trazer roupa azul.
Desenvolvida a nível nacional pelas CPCJ, a campanha de sensibilização “Abril - Mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância e Juventude” pretende consciencializar a comunidade para o seu papel na prevenção do abuso infantil, bem como promover nas famílias o exercício de uma parentalidade positiva, sem recurso à violência verbal ou física. E são vários os conselhos fáceis de adotar pelos pais e familiares, como, por exemplo elogiar uma tarefa desempenhada, brincar ao jogo preferido, atribuir uma tarefa de responsabilidade, abraçar e verbalizar o seu amor.
 
Para dar mais visibilidade a esta mensagem, Cascais junta-se assim aos milhares de pessoas que durante o mês de abril, em vários locais icónicos do país, vão formar laços azuis. 
O apelo é dirigido a trabalhadores e residentes, instituições, crianças e jovens que estão convocados a participar na realização de um grande “Laço Azul Humano”, em plena Baía de Cascais. 
 
Importante é trazer uma peça de roupa azul, símbolo associado à prevenção dos maus-tratos contra crianças e jovens. 
 
A animação musical conta com a participação musical do Centro Social Paroquial de São Domingos de Rana, Coral Infantil de Carcavelos, Grupo de Dança e Cantares da Junta de Freguesia Cascais / Estoril e alunos da Escola n.º 1 da Abóboda. 
 
Neste mesmo dia serão conhecidos os vencedores do concurso de cartazes alusivos à luta contra os maus tratos na infância e na juventude. 
Ao assumir a violência como um dos mais graves problemas de saúde pública pela sua dimensão e consequências, a Organização Mundial de Saúde alerta-nos para a importância das medidas preventivas como o investimento que maior retorno oferece, a médio e longo prazo. 
 
Sobre o Laço Azul (Blue Ribbon) | A ideia nasceu em 1989, na Virgínia, E.U.A. quando Bonnie W. Finney, uma avó atenta e preocupada, amarrou uma fita azul à antena do seu carro. A trágica história de maus tratos aos seus netos levou Bonnie a alertar a comunidade para este problema da sociedade atual, muitas vezes camuflado no seio familiar. A cor azul foi especialmente escolhida como constante lembrança aos corpos espancados e nódoas negras resultantes das agressões.
 
Sobre a CPCJ de Cascais | Instituição oficial não judiciária é constituída por diversas instituições, que se constituem simultaneamente como entidades promotoras desta iniciativa, a saber: Câmara Municipal; Serviço Local da Segurança Social; Ministério da Educação e Ciência; Ministério da Saúde; Fundação “O Século”; Santa Casa da Misericórdia de Cascais; Federação das Associações de Pais; Clube Gaivotas da Torre; Polícia de Segurança Pública; Guarda Nacional Republicana; Assembleia Municipal; Casa da Encosta; Junta de Freguesia de Cascais Estoril; Centro Paroquial do Estoril; Associação Mimar; Centro Paroquial e Social de S. Domingos de Rana; Associação Jerónimo Usera; Aldeias SOS Bicesse; Associação Rota Jovem.
 

Sugerimos também

Cascais Digital

360_146x65mobi_146x65loja_146x65geo_146x65ambiente_146x65-01cultura_146x65jovem_146x65participa_146x65fix_146x65my_146x65