CONTACTOS
Fale connosco
800 203 186
Em rede

Está aqui

A renovada Biblioteca Municipal de Cascais abriu as suas portas

A pequenada da Escola Manuel Gaião interrompia a História Tradicional Portuguesa do Macaco do Rabo Cortado, interpretada no jardim da Casa da Horta da Quinta de Santa Clara pelo Teatromosca, para apagar as velas num bolo que assinalava a reabertura da nova Biblioteca Municipal de Cascais.

Nova porque, como explicou a sua coordenadora Carla Santos, “após seis meses de obras de conservação e reabilitação”, como se impunha numa casa dos finais do Século XVII, “a biblioteca passa a dispor de uma nova organização do seu espaço que dá resposta a algumas das reivindicações” dos cerca de 120 mil leitores que anualmente por ali passam. Designadamente “uma nova sala, mais dez lugares sentados e também o novo serviço de devolução” que permite aos utentes devolver, até à meia-noite, os livros e CDs requisitados.

Os miúdos apagaram as velas e lá foram acabar de ouvir a história, porque aquele é o espaço ideal. Ali, como lembra Carla Santos, os pequenos, “em programas da escola ou acompanhados pela família” são alguns dos utentes que mais recorrem àquele espaço, assim como “jovens a partir dos 16 anos”.

Agora a Biblioteca Municipal de Cascais regressa aos horários habituais, funcionando, a partir das 18h00 até às 24h00 apenas como salas de estudo.

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisccbanner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais