Está aqui

Adroana ganha nova vida com a requalificação de 13 pavilhões

“Uma aposta nos “talentos” de Cascais, num espaço requalificado com várias valências, que vai deslocar investimento para a zona da Adroana”, salientou Nuno Piteira Lopes, vereador da Câmara Municipal de Cascais

A requalificação dos pavilhões da Adroana foi apresentada no Centro Cultural de Cascais. São 13 pavilhões comprados há cerca de um ano, pela Câmara Municipal de Cascais, que vão ser postos ao serviço da comunidade daquela zona. O Bairro da Adroana, Bairro da Cruz Vermelha e Alcoitão terão ao seu dispor um espaço multiusos, com atividades desportivas, espaço de arte, estúdio de fotografia e de música, um auditório, um espaço para eventos, formação, empreendedorismo, entre outras. E acima de tudo será um espaço de coesão de gerações, de conhecimento, de interajuda, e de “saberes” antigos, que serão transmitidos aos mais jovens.

“Um espaço multiusos que irá servir para a comunidade envolvente, e não para a Câmara Municipal de Cascais, disse Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, durante a apresentação deste projeto.

Na mesa de apresentação deste novo desafio estiveram presentes, Mariana Braga, arquiteta responsável pelo projeto, José Ribeiro, presidente da Junta de Freguesia de Alcabideche, Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais, e Nuno Piteira Lopes, vereador da autarquia. Uma reunião de apresentação e debate de ideias com os parceiros que irão fazer parte do nosso espaço na Adroana.

“Iremos ter um programa vasto e diversificado. Mas acima de tudo, onde toda esta diversidade, esta junção de pessoas de várias gerações pode trazer uma maior coesão a todo aquele território do Bairro da Adroana, do Bairro da Cruz Vermelha e de Alcoitão, e com isso a freguesia de Alcabideche ficar mais coesa, mais forte e também o concelho de Cascais” realçou Nuno Piteira Lopes.

Nos pavilhões requalificados irão instalar-se diversas atividades culturais, sociais, e desportivas, segundo o vereador Nuno Piteira Lopes, “tais como a Academia dos Patins, a Cruz Vermelha com um pavilhão com dupla função: armazém central de kits de emergência e uma escola de restauro da academia sénior; um espaço cultural, com um auditório, um espaço multiusos que vai permitir a realização de eventos como festas, batizados, casamentos, entre outros. Para além disso através do IEFP existirá um centro de formação profissional de cozinha; um estúdio de fotografia; um estúdio de música; o Coworking Jovem, com a instalação da Academia de Código, vocacionada essencialmente para a informática; um Pólo Empreendedor que será estabelecido com a Fundação Aga Khan, e o Cascais Fight Center com três pavilhões”. AQ

 

Sugerimos também

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisccbanner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais