mais pessoas

Luís Campos e Cunha
Luís Campos e Cunha Luís Campos e Cunha “A Art in ...
Miguel Arruda
Miguel ArrudaMiguel Arruda “Cascais tem um patrimó ...
Greg Stone
Greg Stone O biólogo marinho Greg Stone é um ...
Miguel Rocha Vieira
Miguel Rocha VieiraMiguel Rocha Vieira, de 38 anos, tem no ...

Está aqui

André Oliveira - Sushiman no Mercado da Vila

Para se ser especialista em cozinha francesa ou italiana não é obrigatório que os chefs tenham origem nestes países, nem mesmo se a especialidade gastronómica for de um país tão longínquo, como o da Terra do Sol Nascente.

Brasileiro, André Oliveira de 39 anos é o responsável pelo restaurante Sushi Del Mar, no Mercado da Vila, e desde agosto, um dos poucos mestres de cozinha que em Portugal possui uma certificação como Sushiman. André nasceu em São Paulo cidade onde existe a maior comunidade japonesa fora do Japão. A sua ligação com esta cultura começou na escola. Brincava com os colegas japoneses e na casa deles comia sushi.“Os meus filhos, com 12 e 16 anos cresceram a comer sushi”, conta. O pai comprou um restaurante de comida tradicional em S. Paulo quando ele tinha um ano. “Nasci, praticamente, dentro de um restaurante”, diz. Até hoje esta continua a ser a única área profissional em que sempre trabalhou. Recorda-se de ver os japoneses que iam pescar para Nova Londrina. Com 23 anos inscreve-se num workshop de sushi organizado pela Prefeitura da cidade, passando a incluir no cardápio do restaurante um prato de sushi. Foi para trabalhar emcozinha japonesa que em 2005 seguiu viagem, como chef na versão sushi, para Portugal, França e Angola. Em 2016 regressa a Portugal para abrir, com um amigo, um restaurante japonês em Cascais, o Sushi Del Mar no Mercado da Vila.

O que é um sushiman?

É um chef cozinheiro com formação que lhe confere competência a nível internacional para trabalhar como especialista de cozinha na confeção de sushi, habilitando-o ainda como supervisor e formador nesta especialidade da cozinha japonesa em restaurantes e hotéis em qualquer lugar do mundo. Em Portugal não há uma categoria de sushiman.


O que marca a diferença entre as suas confeções de sushi e outras ofertas?

Há muita oferta que nada tem a ver com sushi. No nosso restaurante não inventámos um novo conceito de comida japonesa. O que fizemos foi trazer para Cascais foi o sushi de raiz com alguma fusão. A base tradicional do sushi é o peixe cru e o arroz, fora disto são variações. Desde que não saiam muito fora do que é tradicional na cozinha japonesa, não tenho nada contra fusões.

O Sushi Del Mar é espaço para confraternizar com os amigos. Fazemos um menu de degustação. Tudo o que temos no cardápio vai passando pela mesa dos clientes que só deixa de ser servido quando assim o entender. O que marca a diferença nas minhas criações é que tento é servir o sushi puro; também crio algumas fusões, mas estas têm sempre que encaixar dentro da raiz do sushi.

Estamos a pensar fazer workshops de sushi só para clientes, uma vez por mês aqui no restaurante. Outra das nossas inovações é que aos domingos todos os pratos são, exclusivamente, preparados com peixe da Costa Portuguesa. Apelidamos este menu de “Sushi com peixe português de fazer crescer água na boca”.

Porque é que optou por abrir o restaurante em Cascais?

O primeiro lugar em que vivi quando vim para Portugal foi em Cascais. É uma Vila muito acolhedora. Pensei sempre que um dia teria de abrir um restaurante em Cascais. Agora com a parceria que estabeleci com o meu sócio chegou o momento. Voltei a viver em Cascais.

Veja algumas imagens

"C" 78 - dezembro de 2016

 

Cascais Digital

banner_cascais_0banner_cascaisambiente_0banner_cascaisparticipa_0banner_cascaisjovem_0banner_cascalitosbanner_lojacascaisbanner_bairromuseus_0banner_geocascaisbanner_agendacascaisbanner_fixcascais