CONTACTOS
Fale connosco
800 203 186
Em rede

FAQ

Eliminar Filtros

Está aqui

COVID-19 | DG Saúde

17 questões
  • Como se transmite o COVID-19?
    • A COVID-19 transmite-se por contacto próximo com pessoas infetadas pelo vírus, ou superfícies e objetos contaminados.
       
      Esta doença transmite-se através de gotículas libertadas pelo nariz ou boca quando tossimos ou espirramos, que podem atingir diretamente a boca, nariz e olhos de quem estiver próximo.
       
      As gotículas podem depositar-se nos objetos ou superfícies que rodeiam a pessoa infetada. Por sua vez, outras pessoas podem infetar-se ao tocar nestes objetos ou superfícies e depois tocar nos olhos, nariz ou boca com as mãos.
       

      Pergunta/resposta retirada do site da DGS - Direção-Geral da Saúde

  • Coronavírus na Europa: Quais são os meus direitos?
    • O Centro Europeu do Consumidor, integrado na Direção-Geral do Consumidor e responsável pelos conflitos de consumo transfronteiriços, divulgou a nota de imprensa que pode ler aqui.
  • COVID-19 é o mesmo que o SARS-CoV-2?
    • Não. SARS-CoV-2 é o nome do novo vírus e significa Severe Respiratory Acute Syndrome (Síndrome Respiratória Aguda Grave) – Coronavírus – 2. O Novo Coronavírus é designado por SARS-CoV-2, uma vez que existe outro coronavírus que causa uma Síndrome Respiratória Aguda Grave, que foi identificado em 2002, intitulado “SARS-CoV”. COVID-19 (Coronavirus Disease) é o nome da doença e significa Doença por Coronavírus – 2019, fazendo referência ao ano em que foi descoberta.
       
      Pergunta/resposta retirada do site da DGS - Direção-Geral da Saúde
  • Existe uma vacina para o novo coronavírus?
    • Atualmente não existe vacina contra o SARS-CoV-2. Sendo um vírus recentemente identificado, estão em curso as investigações para o seu desenvolvimento.
       
      Pergunta/resposta retirada do site da DGS - Direção-Geral da Saúde
  • Já houve algum surto com Coronavírus em anos anteriores?
    • Sim.
      Em anos anteriores foram identificados alguns coronavírus que provocaram surtos e infeções respiratórias graves em humanos.
      Exemplos disto foram:
      • entre 2002 e 2003 a síndrome respiratória aguda grave (infeção provocada pelo coronavírus SARS-CoV);
      • em 2012 a síndrome respiratória do Médio Oriente (infeção provocada pelo coronavírus MERS-CoV).
       
      Pergunta/resposta retirada do site da DGS - Direção-Geral da Saúde

       

  • O clima quente vai parar o surto de COVID-19?
    • Ainda não é conhecido se o clima ou a temperatura afetam a propagação do COVID-19. Outros vírus, por exemplo os que causam gripe, têm uma maior propagação durante os meses mais frios. Contudo, isso não significa que não se fique doente devido a estes vírus durante os restantes meses.
      De momento, não há evidência de que a propagação do COVID-19 irá diminuir quando o clima ficar mais quente. Ainda há muito para aprender sobre o modo de transmissão, a gravidade e outras informações relacionadas com o COVID-19, e há investigações em curso.
       
      Pergunta/resposta retirada do site da DGS - Direção-Geral da Saúde
       
  • O que é este novo Coronavírus?
    • O novo coronavírus, designado SARS-CoV-2, foi identificado pela primeira vez em dezembro de 2019 na China, na cidade de Wuhan. Este novo agente nunca tinha sido identificado anteriormente em seres humanos. A fonte da infeção é ainda desconhecida.
      Ainda está em investigação a via de transmissão. A transmissão pessoa a pessoa foi confirmada e já existe infeção em vários países e em pessoas que não tinham visitado o mercado de Wuhan. A investigação prossegue.
       
      Pergunta/resposta retirada do site da DGS - Direção-Geral da Saúde
       
  • O que é um contacto próximo?
    • Os seguintes casos podem ser considerados como contactos próximos:
      • Pessoa com exposição associada a cuidados de saúde, nomeadamente a prestação de cuidados diretos a doente com COVID-19 ou o contacto em ambiente laboratorial com amostras de COVID-19;
      • Contacto em proximidade ou em ambiente fechado com um doente com COVID-19 (ex: sala de aula);
      • Pessoas que viagem com doente com COVID-19: Companheiros de viagem; Num avião: as pessoas que estão dois lugares à esquerda ou à direita do doente, 2 lugares nas duas filas consecutivas à frente do doente e dois lugares nas duas filas consecutivas atrás do doente e tripulantes de bordo que serviram a secção do doente; e num navio, pessoas que partilharam a mesma cabine e tripulantes de bordo que serviram a cabine do doente.
       
      A Autoridade de Saúde pode considerar como contato próximo outros indivíduos não definidos nos pontos anteriores (avaliação caso a caso). Mais informações aqui.
       
      Pergunta/resposta retirada do site da DGS - Direção-Geral da Saúde
  • O que é uma área de transmissão comunitária?
    • Quando é feito o diagnóstico de COVID-19 a uma pessoa, as autoridades de saúde fazem um inquérito epidemiológico para, entre outras informações, perceberem qual a fonte da infeção.
      Quando não se consegue identificar essa fonte, ou seja, quem transmitiu o vírus, diz-se que estamos perante uma área de transmissão comunitária.
      Estima-se que o período de incubação da doença (tempo decorrido desde a exposição ao vírus até ao aparecimento de sintomas) seja entre 2 e 14 dias.
      A transmissão por pessoas assintomáticas (sem sintomas) ainda está a ser investigada.
       
      Pergunta/resposta retirada do site da DGS - Direção-Geral da Saúde

       

  • O que são os Coronavírus?
    • Os coronavírus são uma família de vírus que podem causar infeções nas pessoas. Normalmente estas infeções afetam o sistema respiratório, podendo ser semelhantes à gripe ou evoluir para uma doença mais grave, como pneumonia.

      Pergunta/resposta retirada do site da DGS - Direção-Geral da Saúde

  • Os animais domésticos podem transmitir o COVID-19?
    • Não. De acordo com informação da Organização Mundial da Saúde (OMS), não há evidência de que os animais domésticos, tais como cães e gatos, tenham sido infetados e que, consequentemente, possam transmitir o COVID-19.
       
      Pergunta/resposta retirada do site da DGS - Direção-Geral da Saúde
  • Os antibióticos são efetivos a prevenir e a tratar o novo coronavírus?
    • Não, os antibióticos são dirigidos a bactérias, não tendo efeito contra vírus.
      O SARS-CoV-2 é um vírus e, como tal, os antibióticos não devem ser usados para a sua prevenção ou tratamento.
      Não terá resultado e poderá contribuir para o aumento das resistências a antimicrobianos (antibióticos).
       
      Pergunta/resposta retirada do site da DGS - Direção-Geral da Saúde
  • Quais os sinais e sintomas do novo coronovírus?
    • A maioria das pessoas infetadas apresentam sintomas de infeção respiratória aguda ligeiros a moderados:
      • Febre (T>37,5ºC)
      • Tosse
      • Dificuldade respiratória (Falta de ar)
       
      Em casos mais graves pode causar pneumonia grave com insuficiência respiratória aguda, falência renal e de outros órgãos, e eventual morte. Contudo, a maioria dos casos recupera sem sequelas.
       
      Pergunta/resposta retirada do site da DGS - Direção-Geral da Saúde
  • Qual é a origem do Novo Coronavírus?
    • Segundo as informações publicadas pelas autoridades internacionais, a fonte da infeção é desconhecida e ainda pode estar ativa.
      A maioria dos casos está associada a um mercado em Wuhan (Wuhan’s Huanan Seafood Wholesale Market), específico para alimentos e animais vivos (peixe, mariscos e aves).
      O mercado foi encerrado a 1 de janeiro de 2020.
      Como os primeiros casos de infeção estão relacionados com pessoas que frequentaram este mercado, suspeita-se que o vírus seja de origem animal, mas não há certezas. Isto porque já foram confirmadas infeções em pessoas que não tinham visitado este mercado.
      A investigação prossegue.
       
      Pergunta/resposta retirada do site da DGS - Direção-Geral da Saúde
       
  • Qual é o tratamento para o novo coronavírus?
    • O tratamento para a infeção por este novo coronavírus é dirigido aos sinais e sintomas que os doentes apresentam.
       
      Pergunta/resposta retirada do site da DGS - Direção-Geral da Saúde
  • Qual o período de incubação do novo coronavírus?
    • Estima-se que o período de incubação da doença (tempo decorrido desde a exposição ao vírus até ao aparecimento de sintomas) seja entre 2 e 14 dias. A transmissão por pessoas assintomáticas (sem sintomas) ainda está a ser investigada.
       
      Pergunta/resposta retirada do site da DGS - Direção-Geral da Saúde
  • Tenho de usar máscara para me proteger?
    • De acordo com a situação atual em Portugal, não está indicado o uso de máscara para proteção individual, exceto nas seguintes situações:
      • Suspeitos de infeção por COVID-19;
      • Pessoas que prestem cuidados a suspeitos de infeção por COVID-19.
       
      A Direção-Geral da Saúde não recomenda, até ao momento, o uso de máscara de proteção para pessoas que não apresentam sintomas (assintomáticas). O uso de máscara de forma incorreta pode aumentar o risco de infeção, por estar mal colocada ou devido ao contacto das mãos com a cara. A máscara contribui também para uma falsa sensação de segurança.
       
      Pergunta/resposta retirada do site da DGS - Direção-Geral da Saúde
Menu

FAQ

Cascais Digital

360_146x65mobi_146x65loja_146x65geo_146x65ambiente_146x65-01cultura_146x65jovem_146x65participa_146x65fix_146x65my_146x65