CONTACTOS
Fale connosco
800 203 186
Em rede

FAQ

Eliminar Filtros

Está aqui

Escola Básica e Secundária Frei Gonçalo de Azevedo

5 questões
  • 15. Será possível orientar os jovens na escolha da área que pretende estudar através de visitas a empresas e instituições?
    • Temos um conjunto de iniciativas e para que possam estar mais informados e fazer novas sugestões como o DNA Match, a Divisão de Empregabilidade e Promoção de Talentos  irá  distribuir informação sobre os nossos programas. 
      A Nova SBE vem adicionar uma nova dinâmica que junta as academias do saber e do fazer (é o caso da Nestlé que virá para o espaço da LeGrand) para a criação de novos postos de trabalho para pessoas mais qualificadas.
      Foi importante para nós termos criado, há 10 anos, a Agência Municipal DNA e funcionarmos em rede, neste caso em parceria com o Centro de emprego e Formação Profissional para desenvolvermos novas soluções. 
      Temos também projetos como o “5 Dias, 5 Profissões”, cujo objetivo é proporcionar aos jovens a possibilidade de acompanhar e experienciar profissões em diferentes áreas. Foi o caso de colegas vossos, que foram presidentes de Câmara por um dia e puderam ver como funcionam as reuniões de Camara Municipal, Assembleia Municipal e até acompanhar numa audiência com o Presidente da República. 
      Escrevam-nos a dar conta do que está a faltar.
      (Resposta do Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras)
       
      Já temos. Basta inscrever-te no site https://www.cascais.pt/projeto/dois-mentoria-e-voluntariado
      (Resposta do Chefe da Divisão de Empregabilidade e Promoção Talento,  Francisco Carreiro)
       
      (Pergunta efetuada por alunos da Escola Básica e Secundária Frei Gonçalo de Azevedo)
       

       

  • 27. De que forma a CMC ajuda os jovens com necessidades educativas especiais a entrar no mercado de trabalho?
    • Não é uma questão fácil. A CMC fez um investimento para formação dos jovens com NEE dentro das escolas através da criação de Unidades de Apoio ou Salas de Multideficiência. Por exemplo, há dois anos, criámos uma Sala de Multideficiência na Escola da Cidadela.
      Hoje em dia não há resposta à questão que colocas. Quando os jovens com NEE atingem os 18 anos têm uma grande dificuldade em integrar-se no mercado de trabalho. Muitas vezes a solução é a sua integração nos CAO – Centros de Atividades Ocupacionais que funcionam no concelho numa parceria entre a CMC e diversas instituições.
      Na CMC temos a Plataforma “Cascais Inclui +” que foi criada para através de um financiamento específico, permitir a realização de diversas ações para dar maior qualidade à resposta prestada pelas entidades do concelho aos munícipes com deficiência grave ou doença mental. Esta é uma parceria entre a Câmara Municipal de Cascais e as instituições que desenvolvem no concelho as respostas de Centro de Atividades Ocupacionais (CAO) e Fórum Sócio – Ocupacional (FSO). Esta plataforma reúne 6 entidades, sendo 5 com a resposta social de CAO, dirigida a munícipes com deficiência severa e um com a resposta de FSO, para munícipes com doença mental.
      Podem-se candidatar a esta Plataforma, as instituições que possuam respostas sociais de CAO e FSO.
      No setor empresarial a responsabilidade social tem de evoluir de um dia, ou banco de horas para voluntariado, como hoje acontece, para passar a promover a integração das pessoas com deficiência. Esse é o verdadeiro passo, mas implica uma evolução cultural. Nós CMC estamos a trabalhar nesse sentido com a Associação Empresarial e Comercial do Concelho de Cascais. Se cada empresa contratasse pelo menos uma pessoa com deficiência esse problema deixava de existir.
      (Resposta do Vereador da Câmara Municipal de Cascais, Frederico Pinho de Almeida)
       
      Vejam o exemplo do protocolo entre CMC (espaços verdes) e a CERCICA (entidade responsável pelos espaços ajardinados). Temos colaboradores com deficiência. Não é o suficiente, mas é o primeiro passo.
      (Resposta do Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras)
       
      (Pergunta efetuada por alunos da Escola Básica e Secundária Frei Gonçalo de Azevedo
       
       
  • 28. De que forma a Câmara Municipal apoia a investigação científica?
    • Não faço a mínima ideia. Vamos aprofundar. Para já penso que podemos aumentar as capacidades ao nível dos equipamentos.
      Isto foi feito através do OP Cascais pela criação de um laboratório de ciências na Escola IBN Mucana, mas penso que não seja isto que os jovens procuram. Procurar programas de bolsas/estágios junto de empresas/DNA para responder.
       
      (Pergunta efetuada por alunos da Escola Básica e Secundária Frei Gonçalo de Azevedos  | Resposta do Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras 
       
  • 35. A escola não reune as condições para que os alunos trabalhem, desde equipamentos de informática até às próprias instalações. A Câmara não deveria assegurar as condições básicas para o funcionamento de todas as escolas públicas do concelho?
    • Estamos a trabalhar nisso em conjunto com a Carta Educativa que envolve toda a comunidade e que será aprovada em breve (04/04/2018) no Conselho Municipal de Educação. 
      Podemos dizer que estão lançados os pilares lançados para evoluir. 
      Para já estão identificadas três necessidades prementes:
      - A construção de novas instalações para a Escola Secundária de Cascais;
      - O alargamento das instalações da Escola Básica e Secundária de Alcabideche (Ibn Mucana);
      - A construção de novas instalações da Escola Básica de Santo António, Parede.
       
      (Pergunta efetuada por alunos da Escola Básica e Secundária Frei Gonçalo de Azevedo | Resposta do Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras
  • 4. Será possível o aumento das ofertas de trabalhos de verão para jovens?
    • Já criámos programas como o DNA Match para aproximar os jovens / Formação do Mercado de Trabalho ou de empresas com taxas de sucesso elevadas, que se traduzem na permanência dos jovens nas empresas após os estágios.
      É uma questão de entrarem em contacto com a Cascais Jovem ou Unidade de Emprego da CMC, há várias ações de formação. 
      Toda a informação sobre formação certificada e gratuita para a promoção da empregabilidade como oficinas, workshops e clubes que pretendem desenvolver nos munícipes competências instrumentais e sócio-emocionais relevantes para a sua empregabilidade, facilitadoras do processo de procura de emprego, criação de projetos e inserção no mercado de trabalho aqui.
      O vosso primeiro foco deve ser sempre estudar. Aproveitem a vida para participar em experiências.
       
      (Pergunta efetuada por alunos da Escola Básica e Secundária Frei Gonçalo de Azevedo | Resposta do Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras) 
Menu

FAQ

Cascais Digital

360_146x65mobi_146x65loja_146x65geo_146x65ambiente_146x65-01cultura_146x65jovem_146x65participa_146x65fix_146x65my_146x65