CONTACTOS
Fale connosco
800 203 186
Em rede

FAQ

Eliminar Filtros

Está aqui

Escola Secundária Cascais

5 questões
  • 24. Seria possível haver em Cascais uma iniciativa que nos permita desenvolver soft skils e empregabilidade?
    • As empresas, hoje em dia, valorizam muito mais os aspetos das “soft skils” do que as “hard skills”, embora estas últimas sejam fundamentais. Uma forma de vocês as  poderem desenvolver é participar nos programas de voluntariado, onde participam em trabalho de equipa, coordenação, etc.
      Por outro lado, no PEEM – Plano Estratégico Educativo Municipal convidamos também as escolas a desenvolverem também estas áreas, contribuindo para a formação das pessoas enquanto cidadãos através de valores e princípios, além do conhecimento.
      (Resposta do Vereador da Câmara Municipal de Cascais, Frederico Pinho de Almeida)
       
      Temos várias iniciativas. Podem sempre consultar o site cascais.pt aqui.
      – GO – Gabinete de Orientação que possibilita a realização de testes de orientação vocacional a todos os estudantes no concelho
      – Programas de voluntariado (https://jovem.cascais.pt/, separador “Faz parte”) cujas candidaturas abrem dia 15 de abril. Este ano vai existir apenas um período de inscrições.
      (Resposta do Vereador da Câmara Municipal de Cascais, Frederico Pinho de Almeida)
       
      Trabalhei muitos anos no setor privado e, das pessoas que contratei, posso dizer-vos que as que falharam foi por falta de competências não académicas.
      Sim, se o trabalho for considerado uma forma de realização.
      As cidades mais humanas, mais tolerantes são as mais fortes e mais resilientes. Em Cascais temos 80% das nacionalidades do mundo, mas não há estrangeiros.
      Temos evoluído para uma democracia mais participativa e colaborativa e a cidadania comporta isso tudo.
      Esses valores são fundamentais para se criar uma sociedade mais coesa, mas também mais competitiva e mais solidária.
      Temos estágios, atravês da Divisão de Empregabilidade, que podem ajudar a complementar a formação e facilitar a entrada no Mercado de Trabalho e que já apresentamos anteriormente.
      (Resposta do Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras)
       
       
      (Pergunta efetuada por alunos da Escola Secundária Cascais)
  • 39. Tendo em conta a taxa de desemprego jovem e o facto da maioria não acabar o ensino superior com sucesso, quais são as medidas que a Câmara tem preparadas para combater este fenómeno?
    • Esse era um grave problema quando tomámos posse.
      Por isso criámos a agência Municipal DNA Cascais. Em Portugal, o desemprego jovem é duas a três vezes maior que o desemprego verificado na população em geral.
      Em Cascais está abaixo. Mesmo assim temos 494 jovens desempregados que nos preocupam. 
      Mas vocês estão na fase de estudar. E a boa notícia é que em Cascais temos uma baixa taxa de retenção. Temos bons professores e professoras e uma boa estratégia.
      O desemprego jovem, neste momento, não tem a intensidade que tinha há uns anos atrás.
      Estamos até a gerar emprego para cidadãos que não são de Cascais e com o investimento previsto devemos conseguir criar mais postos de trabalho para mão-de-obra qualificada.
       
      (Pergunta efetuada por alunos da Escola Secundária Cascais | Resposta do Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras
  • 40. O Programa de Ocupação de Jovens é a partir dos 18. Se eu quiser fazer algo parecido a partir dos 16 o que posso fazer?
    • Em termos de programas de ocupação de tempos livres e voluntariado, existem diferentes programas em Cascais a que os jovens podem ter acesso e cuja informação se encontra em www.cascaisjovem.pt:
      - Programa "Pro…move-te": Para jovens dos 15 aos 25 anos que tenham interesse em atividades de natureza essencialmente prática, englobadas em eventos ou projetos desenvolvidos pelos serviços da CMC ou outras entidades municipais. Decorrendo ao longo de todo o ano, os jovens colaboram em atividades pontuais e de curta duração (inferior a um mês), em diferentes áreas tais como educação, desporto, urbanismo, ambiente, comunicação, cultura, entre outros.
      - Programas de voluntariado durante as férias de verão: 
         » Cultura no Bairro - decorre em equipamentos culturais do município. Aberto a jovens residentes ou estudantes no concelho entre os 15 e os 25 anos. Turnos entre Junho e Setembro.
         » Cultura Social - decorre em entidades de âmbito social sem fins lucrativos. Aberto a jovens residentes ou estudantes no concelho entre os 15 e os 25 anos. Turnos entre Julho e Agosto.
         » Férias na Desportiva - decorre em entidades de cariz desportivo. Aberto a jovens residentes ou estudantes no concelho entre os 15 e os 25 anos. Turnos entre Julho e Agosto.
         » Locals - decorre em vários locais da vila de Cascais e linha da CP, através da prestação de informação turística. Aberto a jovens residentes ou estudantes no concelho entre os 18 e os 30 anos (Locals XS - dos 12 aos 14 anos). Turnos entre Junho e Setembro.
         » Maré Viva - decorre nas praias e zona litoral do concelho. Aberto a jovens residentes ou estudantes no concelho entre os 15 e os 25 anos. (Marezinhas do Futuro - dos 12 aos 14 anos). Turnos entre Junho e Setembro.
         » Natura Observa - decorre no parque natural Sintra Cascais. Aberto a jovens residentes ou estudantes no concelho ou estudantes na área do ambiente entre os 16 e os 30 anos. Turnos entre Julho e Agosto.
       
      Através da Divisão de Emprego e Promoção de Talentos vai iniciar, em junho 2018 um novo programa - Experiência 3 - que promove experiência formativas em contexto de trabalho, em diversas entidades empregadoras do concelho. Este programa destina-se a jovens a partir dos 15 anos e integra experiências de curta durção(até 3 meses). 
       
      (Pergunta efetuada por alunos da Escola Secundária Cascais | Resposta do Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras
  • 43. Em que medida a CMC pode ajudar as famílias a ter maior liberdade na escolha da escola a frequentar?
    • Em Cascais dá-se o caso, único no país, de 50% dos alunos frequentarem escolas privadas, pelo que já fizeram essa escolha.
      Sou de opinião que deve haver um cheque-escola, para que as famílias possam escolher livremente, mas essa é uma questão política.
      No atual sistema, não é fácil fazer essa opção. Tem a ver desde logo com a mobilidade e a legislação. Poderá ser tema de debate nos próximos tempos. 
      (Resposta do Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras)
       
      Os critérios de entrada na escola são definidos pelo Estado.
      (Resposta do Vereador da Câmara Municipal de Cascais, Frederico Pinho de Almeida)
       
      (Pergunta efetuada por alunos da Escola Secundária Cascais)
       
  • 9. Seria possível existir em Cascais uma iniciativa semelhante ao do "career camp"?
    • Falem até que a voz vos doa. Há essa possibilidade. Agora é vermos qual o melhor momento e formato para promover um evento dessa natureza.
      Podemos ver isso convosco e com o departamento de Educação na CMC. Estou certo que a Andreia é voluntária para nos ajudar a concretizar a proposta.
      A informação está disponível em cascais.pt e cascaisjovem.pt, podes também passar pelo FB do presidente…
      Em 2017, foi dinamizada pela AEECC, com o apoio da CMC, a ExpoCascais que, de certa forma respondia a esta necessidade.
      Esta iniciativa já existe em Cascais e é dinamizada pela DNA. Em 2018 está prevista uma nova edição. A partir de maio a DNA terá informação mais completa.
       
      (Pergunta efetuada por alunos da Escola Secundária Cascais | Resposta do Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras

       

       

Menu

FAQ

Cascais Digital

360_146x65mobi_146x65loja_146x65geo_146x65ambiente_146x65-01cultura_146x65jovem_146x65participa_146x65fix_146x65my_146x65