CONTACTOS
Fale connosco
800 203 186
Em rede

FAQ

Eliminar Filtros

Está aqui

Escola Básica e Secundária Carcavelos

5 questões
  • 13. Porque motivo não têm os cursos do ensino secundário regular estágios? De modo a ganhar experiência e a entender melhor o que pretendem seguir no ensino superior, os alunos deviam ter acesso a estágios (1 semana a 1 mês)
    • Temos um conjunto de iniciativas e para que possam estar mais informados e fazer novas sugestões como o DNA Match, a Divisão de Empregabilidade e Promoção de Talentos  irá  distribuir informação sobre os nossos programas. 
      A Nova SBE vem adicionar uma nova dinâmica que junta as academias do saber e do fazer (é o caso da Nestlé que virá para o espaço da LeGrand) para a criação de novos postos de trabalho para pessoas mais qualificadas.
      Foi importante para nós termos criado, há 10 anos, a Agência Municipal DNA e funcionarmos em rede, neste caso em parceria com o Centro de emprego e Formação Profissional para desenvolvermos novas soluções. 
      Temos também projetos como o “5 Dias, 5 Profissões”, cujo objetivo é proporcionar aos jovens a possibilidade de acompanhar e experienciar profissões em diferentes áreas. Foi o caso de colegas vossos, que foram presidentes de Câmara por um dia e puderam ver como funcionam as reuniões de Camara Municipal, Assembleia Municipal e até acompanhar numa audiência com o Presidente da República. 
      Escrevam-nos a dar conta do que está a faltar.
      (Resposta do Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras)
       
      Patrícia Couto, da Escola Básica e Secundária Carcavelos: Vou aceitar a sua proposta e fazer sugestões dos colegas das áreas de Humanidades que também têm esse direito.
       
      Já temos. Basta inscrever-te no site https://www.cascais.pt/projeto/dois-mentoria-e-voluntariado
      (Resposta do Chefe da Divisão de Empregabilidade e Promoção Talento,  Francisco Carreiro)
       
      (Pergunta efetuada por alunos da Escola Básica e Secundária Carcavelos)
       
  • 14. Deveriam haver programas de empregabilidade juvenil em simultâneo com as aulas, respeitando o horário (tal como acontece com os alunos de Economia com as sessões do Braço Direito).
    • Temos um conjunto de iniciativas e para que possam estar mais informados e fazer novas sugestões como o DNA Match, a Divisão de Empregabilidade e Promoção de Talentos  irá  distribuir informação sobre os nossos programas. 
      A Nova SBE vem adicionar uma nova dinâmica que junta as academias do saber e do fazer (é o caso da Nestlé que virá para o espaço da LeGrand) para a criação de novos postos de trabalho para pessoas mais qualificadas.
      Foi importante para nós termos criado, há 10 anos, a Agência Municipal DNA e funcionarmos em rede, neste caso em parceria com o Centro de emprego e Formação Profissional para desenvolvermos novas soluções. 
      Temos também projetos como o “5 Dias, 5 Profissões”, cujo objetivo é proporcionar aos jovens a possibilidade de acompanhar e experienciar profissões em diferentes áreas. Foi o caso de colegas vossos, que foram presidentes de Câmara por um dia e puderam ver como funcionam as reuniões de Camara Municipal, Assembleia Municipal e até acompanhar numa audiência com o Presidente da República. 
      Escrevam-nos a dar conta do que está a faltar.
      (Resposta do Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras)
       
      Já temos. Basta inscrever-te no site https://www.cascais.pt/projeto/dois-mentoria-e-voluntariado
      (Resposta do Chefe da Divisão de Empregabilidade e Promoção Talento,  Francisco Carreiro)
       
      (Pergunta efetuada por alunos da Escola Básica e Secundária Carcavelos)
       

       

  • 16. Qual a possibilidade de a CMC proporcionar aos alunos experiências profissionais ou estágios não curriculares, para que a escolha do curso no Ensino Superior seja mais esclarecida?
    • Temos esses programas. Podem consultar em https://www.cascais.pt/area/empregabilidade, com destaque para o programa de Mentoria e DNA Match.
      A CMC tem também disponível o GO – Gabinete de Orientação que possibilita a realização de testes de orientação vocacional a todos os estudantes no concelho.
      (Resposta do Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras)
       
      Através da Divisão de Empregabilidade e Promoção de Talentos temos dois programas de estágios curriculares para os quais vão abrir 45 vagas em abril. São estágios em empresas para trabalho a sério. Tínhamos outros programas em parceria com o IEFP – Instituto de Emprego Formação Profissional (Administração Central), mas deixaram de ser financiados e a CMC, em parceria com a Agência Municipal DNA Cascais (criada há mais de 10 anos) e empresas locais, criou o DNA Match para proporcionar aos jovens este tipo de experiências.
      Temos também programas de voluntariado (https://jovem.cascais.pt/, separador “Faz parte”) cujas candidaturas abrem dia 15 de abril.
      Este ano vai existir apenas um período de inscrições.
      (Resposta do Vereador da Câmara Municipal de Cascais, Nuno Piteira Lopes)
       
      Não queremos que haja uma exploração dos jovens nos estágios. São acompanhados e recebem formação.
      A descoberta do talento não tem de ser só no ensino regular, mas também pode e deve acontecer no ensino profissional para o qual temos investido nas escolas.
      (Resposta do Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras)
       
      (Pergunta efetuada por alunos da Escola Básica e Secundária Carcavelos
       
       
  • 20. A maioria das questões que aqui colocámos são direcionadas para o Ministério da Educação. Será que a CMC pode ajudar nos a entrar em contacto com o ME? Temos muitas perguntas…
    • Não. Muitas vezes até nós não conseguimos falar com o Ministério da Educação.
      A nossa recomendação é que sejam exigentes.  A CMC pode facilitar no processo de saber como e em quem votar? Seremos melhores cidadãos… 
      Nós apoiamos, mas não podemos interferir na autonomia das escolas. Se a escola assim entender creio que todos os partidos estarão disponíveis para ir às escolas e falar dessa questão.
       

      (Pergunta efetuada por alunos da Escola Básica e Secundária Carcavelos) | Resposta do Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras
  • É possível criar uma espécie de Erasmus entre as escolas concelhias de modo a expandir mais os horizontes e contribuir para uma melhor formação de jovens?
    • Acho que é mais positivo possibilitar aos jovens diversos tipos de experiências, como acampar no campo Base Pedra Amarela, do que trocar de escola por um ano.
      É importante conseguir que os jovens tenham mais um ERASMUS temático que físico.
       
      (Pergunta efetuada por alunos da Escola Básica e Secundária Carcavelos | Resposta do Presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras
Menu

FAQ

Cascais Digital

360_146x65mobi_146x65loja_146x65geo_146x65ambiente_146x65-01cultura_146x65jovem_146x65participa_146x65fix_146x65my_146x65